segunda-feira, 29 de junho de 2009

O que está além...


Existe algo providencial no amor.


Algo que não existe em mais nenhum outro sentimento.


Que te toma como uma peça crescente e pulsante...de uma energia única.


Ele parece não precisar de um estímulo para aparecer.


Ele simplesmente o é.


E quando menos tu espera ele está lá.


E num só toque teu alicerce fica abalado por algo além.


Te ensinam muitas coisas. Te incutem um método de enxergar as coisas. Te oferecem uma caixinha de possibilidades para lidar com o mundo. Se cria um ser linear...indefeso.


Existe algo que quebra a barreira do ordinário...do que tu encontra nos livros, do que tentam te ensinar com palavras.


Isto cria uma reviravolta na tua mente. Isto te mantém vivo e fluente.


Isto é o que chamam de amor.

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Interrogação


Até que ponto tu está disposto a mexer na tua sólida e legitimada vida?


Do que tu está preparado à abrir mão?


Qual é o teu maior medo? E até quando ele vai continuar encabeçando a lista?


O quanto tu aprende ensinando?


O quanto tu ensina aprendendo?


O que tu vê no espelho?


Tu é o que tu faz...pense nisso.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

A minha dor


Hoje me machuquei mais uma vez.


Sei que quando se busca com muita intensidade, com muito fervor, a guarda fica mais vulnerável...é inevitável.


Me machuquei de novo...mas continuo aqui. Mais forte.


Aumentei minhas percepções...aumentei meu rol de dores sentidas e superadas.


Estou sozinho...neste exato momento. Tentando pensar em algo, pois simplesmente quero escrever. É mais forte do que eu. Gosto deste formato de comunicação. Descobri ser um ótimo meio de conversar comigo...sabe. Eu escrevo e as palavras me respondem pelo simples fato de estarem ali, aparentes, e continuarem ali...perpétuas.


E quando me machuco, essa comunicação se faz necessária. Me faz bem. Me entendo um pouco mais.


Todos tem seu artifício. É aquela história da busca. Estes artifícios nem sempre se apresentam instantaneamente. Aliás quase nunca.


É um universo com base na tentativa e erro.


É um universo magnífico...pelo simples fato de não ser claro. Esse caráter o torna instigador.


O que acontece é que o produto já vem prontinho. Já sabemos como funciona todo o processo...de onde vem...pra onde vai. De certa forma é o que o coletivo quer que tu acredite.


Aderir à fórmula fundamental parece o caminho mais seguro. Até os artifícios já te são vendidos por um preço bem acessível.


Existe uma estrada linear, sem perigos iminentes. Moldada com tecnologias. Protegida de surpresas desagradáveis e, por conseqüência, de agradáveis também. Ela esta ali...difundida pelos quatro cantos...ovacionada aos quatro ventos. Está tudo certo. Tu está salvo.


É difícil lidar com a dor.


Mas hoje eu me machuquei de novo...e continuo aqui, pegando carona na estrada dos andarilhos, lunáticos e refutadores.


De repente a gente se encontre. Será um prazer.