terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Movimento...


Um objeto em meio ao nada não é nada.
Inexiste a possibilidade da interação.
Dois objetos em meio ao nada criam uma infinitude de possibilidades.
Se cria a possibilidade da interação.
Se cria a possibilidade do choque e da mutação.
Se cria a possibilidade do movimento.

Movimento...

Quais as possibilidades sem movimento?
O que pode existir sem movimento?
Que energia pode ser gerada sem movimento?
Que interação é possível na inércia?

O real movimento...


Alteração, mudança de realidade.

O que pode acontecer sem movimento.
Existe um som, um eterno som. Uma batida constante.
Mesmo em silêncio, ainda escutará uma insistente batida.
É o som do movimento, e ele permanece lá, indicando cinética, indicando vida.

Solidão. Estática.

2 comentários:

Anônimo disse...

Esse som faz tum tum tum?

J. Junior disse...

também...