domingo, 7 de dezembro de 2008

E então segue...


E então tu escuta o som...


Deixa tua percepção fazer seu trabalho. O ritmo vai tomando conta...contagiando.


O corpo mexe involuntariamente. Temos isso...essa conexão muito próxima com os compassos, os ritmos.


Precisamos disso. Usamos esses artifícios a todo momento.


Tudo respeita um ritmo. Isso mantém o equilíbrio.


E isso é o grande alicerce...o equilíbrio.


Todas as estruturas tem sua ordem própria. Todas estruturas estão ligadas.


Existe uma cronologia. Existe uma harmonia dentro disso tudo.


Essa cronologia é ditada pelas tuas permissões...pela tua fluência.


E ela toma conta...o som fica mais claro, as batidas, as percepções, o contato...os exatos momentos se tornam mais exatos.


O teu coração está lá...com suas batidas...como um termômetro...como teu guia.

Nenhum comentário: